ThinkPad: há 25 anos mudando o mundo
< Retornar à lista

Forte e preparado: o ThinkPad é crucial para prever e monitorar tempestades

O clima tem o poder de unir a humanidade: famílias observam as chuvas pela janela de casa e vizinhos se ajudam com pás depois de grandes nevascas. Mas o clima – especialmente seus extremos – traz consigo um perigo natural. Cientistas e metereologistas estão sempre em busca de novos caminhos para prever grandes tempestades antes que elas se tornem fatais.

Foi justamente isso que incentivou mais de 100 cientistas do Centro de Pesquisas de Climas Severos a realizarem um estudo sobre os padrões de tornados de 2009-10 e seu comportamento em sete estados norte-americanos e 500 mil milhas quadradas. O II Experimento sobre a Verificação das Origens da Rotação de Tornados, mais conhecido como VORTEX2, foi uma combinação de organizações governamentais, acadêmicas, sem fins lucrativos e internacionais, como a Fundação Nacional de Ciências e a Associação Nacional de Oceanos e Atmosfera.

O objetivo? Prever melhor os tornados, sua intensidade, duração e direção e, assim, salvar vidas. Sendo o maior projeto do tipo, o VORTEX2 custou US$11,9 milhões e coletou uma quantidade de dados sem precedentes.

A equipe tinha mais de 40 veículos especializados e 70 equipamentos climáticos desenvolvidos para chegar o mais perto possível do olho da tempestade, mas também para analisar os dados com rapidez e eficiência, independentemente das circunstâncias extremas.

Então, chega a tecnologia Lenovo.

No âmago das operações de informação desses equipamentos, estava o ThinkPad, o desktop ThinkCentre, os monitores ThinkVision e os netbooks IdeaPad – todos da Lenovo. Com as ferramentas certas, esses monitores de tempestade podem conseguir milhões de megabytes de dados diretamente em campo.

Por meio do VORTEX2, o equipamento passou no teste, coordenando com êxito as pessoas, os veículos e os diversos fluxos de comunicação.

“Sem dúvida nenhuma, esse é o maior projeto de pesquisa sobre tornados já feito em número de participantes, alcance das organizações envolvidas e quantidade de equipamentos usados”, informou o metereologista da pesquisa e presidente da CSWR, Joshua Wurman.

No centro da frota – os ThinkPads, com proteções de liga de magnésio, leitores de digitais integrados, drivers criptografados e à prova de choque, eram portáteis e confiáveis. O ThinkPad T400 foi usado para testar e monitorar as estações climáticas em campo e os dados coletados em vários módulos posicionados na direção das tempestades. Já o ThinkPad X200, mais leve, foi usado nos destroços, para avaliações de danos diretamente nos locais. De dentro dos carros que perseguiam as tempestades, o ThinkPad W500 ofereceu o software de navegação, localização e mapa, enquanto o ThinkPad W700 analisou e exibiu gráficos e vídeos sem a necessidade de um desktop. Por fim, no sistema de radar móvel “Doppler on Wheels” de Wurman estava o ThinkCentre M58p, que atuou como controle da missão.

“Para realizar um projeto desse porte, precisamos de uma tecnologia forte e confiável”, disse Wurman. “A linha de PCs da Lenovo nos ajudou a penetrar mais nas tempestades e a ter mais previsibilidade sobre esses fenômenos naturais”.

E mais previsibilidade significa mais vidas salvas.

Processadores Intel® Core™. Se tem Intel, tem máxima produtividade.

Não é um notebook. É um ThinkPad.

Para saber tudo sobre a linha ThinkPad e comprar seus notebooks e tablets mais atuais, acesse o site Lenovo.com.

Ultrabook, Celeron, Celeron Inside, Core Inside, Intel, Intel Logo, Intel Atom, Intel Atom Inside, Intel Core, Intel Inside, Intel Inside Logo, Intel vPro, Itanium, Itanium Inside, Pentium, Pentium Inside, vPro Inside, Xeon, Xeon Phi, e Xeon Inside são marcas registradas da Intel Corporation e suas subsidiárias nos EUA e/ou demais países.